Notícias

Ceará usará turismo para o fim da miséria

Posted at 25/07/2011 | By : | Categories : Notícias | Comentários desativados em Ceará usará turismo para o fim da miséria

Ceará usará turismo para o fim da miséria

do PNUD

Quando se fala em turismo no Nordeste brasileiro, logo pensamos em descanso, diversão ou prazer – ou os três ao mesmo tempo. Mas um elemento está prestes a entrar para esta fórmula: a inclusão social. A região do Cariri, no interior do Ceará, se prepara para dar um passo inovador neste sentido ao promover o turismo com foco no combate à pobreza. Este é o tema central da I Feira do Conhecimento de Barbalha – CapaCidades e Soluções: Turismo e Erradicação da Pobreza, que buscará identificar, difundir e colocar em prática experiências nesta área.

O objetivo da Feira é possibilitar a troca de conhecimentos, criando um espaço de interação e de intercâmbio técnico-científico capaz de aprimorar soluções e desenvolver novas tecnologias e práticas que contribuam para a melhoria da qualidade de vida nas cidades envolvidas. Além disso, a feira deve promover a diversificação da oferta turística local, o estímulo ao empreendedorismo e à produção agrícola sustentável da região.

Para isso, a prefeitura de Barbalha está selecionando práticas exitosas relacionadas a este tema para apresentá-las na feira que acontecerá entre os dias 19 e 21 de outubro deste ano, no próprio município. Instituições públicas, privadas e ONGs que possuem experiências promissoras na área de turismo, com foco na erradicação da pobreza, terão a oportunidade de mostrar seu trabalho e contribuir para o combate à pobreza e o desenvolvimento sustentável da região do Cariri.

Podem participar da seleção experiências exitosas de cinco estados: Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Piauí (Edital 20, veja link abaixo). Além disso, participarão da Feira experiências bem-sucedidas de outros três municípios: Abaetetuba (PA), Jaguarão (RS) e Marliéria (MG). Ao lado de Barbalha, estes municípios fazem parte do projeto de Fortalecimento de Capacidades para o Desenvolvimento Humano Local (CapaCidades), resultado de uma parceria entre o PNUD e a Confederação Nacional de Municípios (CNM). Neste caso, as experiências serão selecionadas através de um outro edital (Edital 16, veja link abaixo) também publicado pela Prefeitura de Babalha.

“A partir desta que será a primeira de muitas feiras de conhecimento, Barbalha assume sua vocação de ponto de encontro e de convergência de saberes, de culturas e, acima de tudo, de práticas capazes de promover uma melhor qualidade de vida para cada cidadão”, diz o prefeito da cidade, José Leite Gonçalves Cruz. “Além de mostrar o que temos de melhor, queremos também trazer para a cidade experiências bem-sucedidas e, ao mesmo tempo, possibilitar a outras cidades e estados da região que levem também para seus cidadãos as boas práticas nesta área”, completa Cruz.

Serão selecionadas 20 práticas voltadas para o turismo, com foco na redução e erradicação da pobreza, de acordo com quatro eixos temáticos: Turismo e Erradicação da Pobreza, Inclusão Produtiva Sustentável, Fortalecimento Institucional e Ampliação da Rede de Serviços.

Eixos propostos

A primeira temática, Turismo e Erradicação da Pobreza, compreende experiências em produção artesanal sustentável, empreendedorismo turístico inclusivo, cultural, ecológico e rural, qualificação de capital humano, gastronomia regional e preservação, memória e resgate das manifestações culturais locais.

O segundo eixo, Inclusão Produtiva Sustentável, abrange práticas focadas na criação de oportunidades para o meio rural que respeitem os princípios do desenvolvimento sustentável, como a organização da produção em assentamentos da reforma agrária e a assistência técnica voltada à produção agroecológica.

A temática sobre Fortalecimento Institucional reúne experiências em políticas públicas e no estabelecimento de parcerias dedicadas ao turismo. Já o último eixo, Ampliação da Rede de Serviços, engloba trabalhos dedicados à ampliação e melhoria da qualidade dos serviços públicos em destinos turísticos, através de ações como educação ambiental e patrimonial, tratamentos medicinais alternativos, recuperação, revitalização e reurbanização de áreas públicas turísticas e alternativas de combate à violência, uso de drogas e exploração sexual infanto-juvenil em destinos turísticos.

Além das exposições dos casos de sucesso, a programação da feira – que está em fase de finalização – contará com palestras, mesas redondas, visitas guiadas e outros eventos paralelos ligados à gastronomia local e ao ecoturismo.

(PNUD Brasil)

About martins

Comments are closed.