Em Ação

Sustentabilidade de A a Z

Posted at 26/06/2011 | By : | Categories : Em Ação | Comentários desativados em Sustentabilidade de A a Z

Sustentabilidade de A a Z

Fonte: Mercado Ético

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Se você chegou a esta página em busca de uma definição precisa de sustentabilidade, a primeira recomendação é… esqueça!

Alguns pensadores contemporâneos, como Fritjoff Capra, arriscam atribuir ao termo o status de conceito. Associam-no à definição de “sociedade sustentável”, formulada pelo ambientalista Lester Brown, no início dos anos 80, e tomada de empréstimo pela Comissão Brundtland, no relatório “Nosso Futuro Comum“, produzido em 1987 sob encomenda da ONU, para expressar a necessidade de construção de um novo paradigma de desenvolvimento, que permita à humanidade satisfazer suas necessidades sem comprometer a capacidade das gerações futuras de fazerem o mesmo.

Reconhece-se ali que a propalada eficiência do mercado na alocação de recursos apresentava como contrapartida a incapacidade de promover a equidade social e de assegurar por si só a reprodução das bases de sustentação da vida no planeta. E por isso mesmo, apesar de toda a racionalidade científica com que se tenta dar à noção de sustentabilidade a dimensão de valor civilizatório, desses capazes de forjar um poderoso consenso social, estamos a anos-luz de distância de algo vagamente assemelhado.

Se alguém duvida, basta conferir a entrevista de John Elkington, criador do tripple bottom-line e fundador da SustainAbility, na TV Mercado Ético (clique na aba CI Ethos 2007 para ver a entrevista):

“[Hoje], as pessoas usam o termo [sustentabilidade] a toda hora, especialmente nos Estados Unidos e, em particular, nos negócios. Antes, o conceito de desenvolvimento sustentável era visto quase como um cavalo de Tróia, verde por fora e socialista por dentro… Agora, temos até o Wal Mart falando em sustentabilidade.”

Dizemos todos a mesma coisa? Certamente, não. E não há como discordar do cientista social Gustavo Ferreira da Costa Lima:

“Por compreendermos a sustentabilidade como uma proposta em torno da qual gravitam múltiplas e diversas forças sociais, interesses e leituras que disputam entre si o reconhecimento e a legitimação social como ‘interpretação verdadeira’ sobre o tema, optamos por tratá-la como um discurso, no sentido empregado por Michel Foucault no contexto de sua arqueologia e, sobretudo, de sua genealogia do saber-poder.”

Diante disso, o máximo que acreditamos poder fazer por você é oferecer para consulta um acervo de palavras e expressões com que se tecem os vários discursos que se confrontam – muitas delas capturadas de outros discursos, inclusive alguns que nos habituamos a reconhecer como “ciência”. E mesmo assim, sentimo-nos no direito de esperar uma contrapartida, na forma de comentários, revisões, sugestões e acréscimos propostos por você. Serão bem-vindos, por expressar a sua leitura e enriquecer a nossa.

Comente esta notícia.

www.martinsambiental.com.br
Martins Ambiental é uma empresa que coleta óleo de cozinha usado e dá destinação sustentável para o resíduo óleo de cozinha usado, óleo de fritura, óleo vencido, gordura de fritura, restos de óleo de soja de fritura usado, gordura vegetal usada, gorduras de fritura em geral, recolhemos em comércios, indústria, padarias,bancas e barracas de pastel, bancas e barracas de salgadinhos, escolas, condomínios, etc. Trabalhamos com a conscientização da população através de treinamento, palestras cursos.
Fazemos coleta seletiva de óleo de cozinha usado em condomínios, escolas, espaços em geral.
A Martins Ambiental também Assessora e presta Consultoria para empresas que desejam obter as certificações ISO 9.000, ISO 9.001, ISO 14.000 e ISO 14.001
tel. 011-3592-4795 011-8133-2255 e-mail: contato@martinsambiental.com.br
Marcos Martins
Pós-Graduado em Gestão da Sustentabilidade – FGV-SP
Sócio Fundador da Martins Ambiental

 

 

About martins

Comments are closed.